VARIAÇÕES DE PREÇOS DE PRODUTOS AGRÍCOLAS (Edição 9 – Ano 1_2017)

CUSTO DOS PRODUTOS VENDIDOS OU RESULTADO FINANCEIRO?

Consideramos esse tema de grande importância para os fins de análise e definição, haja visto que da prática que for adotada poderá resultar em informações muito diferentes.

A medida que as cooperativas mantém posições equilibradas entre os saldos de estoques e produtos a liquidar o assunto se torna menos relevante, assim como também se torna menos relevante a medida que os preços dos produtos no mercado ativo pouco variam.

Para as cooperativas que carregam uma posição de saldos a liquidar a descoberto de anos passados entendemos que não residem dúvidas, devendo as variações de preços serem computadas no resultado financeiro, em conta específica denominada Variações de Preços de Produtos Agrícolas.

Para os casos em que o “descasamento” das posições de saldos de estoques e a liquidar ocorrem dentro do exercício, acreditamos que é necessário analisar o motivo pelo qual ocorreu o descasamento, para tanto consideremos as seguintes situações:
a) Cooperativa efetuou a liquidação junto aos produtores associados mas optou por não vender, ficando com uma posição comprada, apostando que os preços de venda aumentariam;
b) Cooperativa efetuou a venda do produto por entender que o momento era favorável, independentemente da liquidação junto aos produtores, com o que a cooperativa ficou com uma posição vendida (a descoberto);
c) Cooperativa efetuou a venda do produto exclusivamente por necessidade de caixa, apesar da gerência comercial entender que não seria o melhor momento, ficando também com uma posição vendida, a exemplo do item b).

Deixe seu comentário.

%d blogueiros gostam disto: