PROPRIEDADES PARA INVESTIMENTO (Edição 14 – Ano 1_2017)

Parte II

Transferência

Transferências podem ser necessárias em razão de alterações no uso dos bens, tanto para como de propriedades para investimento. A norma estabelece que essas transferências devem ser feitas quando, e apenas quando, houver alteração de uso, evidenciada pelo seguinte:
(a) início de ocupação pelo proprietário, para transferência de propriedade para investimento para propriedade ocupada pelo proprietário;
(b) início de desenvolvimento com objetivo de venda, para transferência de propriedade para investimento para estoque;
(c) fim de ocupação pelo proprietário, para transferência de propriedade ocupada pelo proprietário para propriedade para investimento;
(d) começo de arrendamento operacional para outra entidade, para transferência de estoques para propriedade para investimento; ou

Para a transferência de propriedade para investimento escriturada pelo valor justo para propriedade ocupada pelo proprietário ou para estoque, o custo considerado da propriedade para subsequente contabilização, de acordo com a NBC TG 27 ou a NBC TG 16, deve ser o seu valor justo à data da alteração de uso.

Se o imóvel ocupado pelo proprietário se tornar propriedade para investimento, que será mensurada pelo valor justo, a entidade deve tratar qualquer diferença na data da reclassificação entre o valor contábil do imóvel registrado no imobilizado e o seu valor justo, da seguinte forma:

DM 30 anos

Erni Dickel
Sócio Responsável Técnico
DICKEL e MAFFI – Auditoria e Consultoria SS

(…) Para acessar o conteúdo integral deste informativo, siga as orientações a seguir:

JÁ É NOSSO CLIENTE?

Para ler este conteúdo na íntegra, acesse o Portal do Cliente e acesse a Pasta SECRETARIA. Você vai encontrar esta e todas as demais Edições anteriores.


AINDA NÃO É NOSSO CLIENTE?

Para ler o conteúdo na íntegra, envie sua solicitação para este e-mail e faça seu Cadastro da News para receber as próximas Edições completas.


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: